Prefeitura decide recorrer de decisão judicial que determina retorno do SAMU

7 dez
A Prefeitura de Petrolina, decidiu recorrer da decisão judicial que determinou o retorno das equipes do SAMU em caráter emergencial na cidade.

Em nota a secretária de saúde, Lúcia Giesta, informou que está tomando todas as providências para solucionar os diversos problemas envolvendo os Serviços de Saúde.

A nota esclarece que a Prefeitura de Petrolina financia 50% das despesas do Serviço SAMU. O determinado pelo Governo Federal, 50% deve ser custeado pelo Ministério da Saúde, 25% pelo Governo do Estado e 25% pelo município. “É uma conta desigual que sobra para o Governo Municipal a maior parte das despesas. O SAMU continua funcionando com médico plantonista, central de regulação, motolância e com as Quatro Unidades de Serviço Básico (USB)”.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: